FANDOM


Tropa de Giganto
GigantoTroopsLCA
Dados gerais
Divindade Hades
Comandante Giganto de Ciclope
Vestimenta Sobrepeliz
Base(s) Catedral da Floresta
Estreia Capítulo 2 / Episódio 1 *

Em The Lost Canvas um pequeno grupo de Espectros — três no mangá e dois no anime — sempre aparece na companhia de Giganto de Ciclope, que atua como líder do grupo. Nem suas Sobrepelizes nem suas Estrelas Malignas foram identificadas ao longo da série. Essa tropa foi constatada atuando durante o Século XVI e durante o Século XVIII, mas não durante o Século XX.

Por estarem subordinados a um Espectro regido por uma Estrela Terrestre, é seguro afirmar que essa mesma classificação se aplique aos demais membros da tropa. E também é seguro afirmar que são Espectros sob jurisdição de Radamanthys de Wyvern, uma vez que estão subordinados a Giganto, confirmado como sendo um capitão no exército do Juiz.


Membros da tropa

Membros
Estrela de Hades
IconCyclopsGigantoLC
Giganto de Ciclope
IconGigantoSpecterLC1 IconGigantoSpecterLC2 IconGigantoSpecterLC3
Espectro 1 Espectro 2 Espectro 3

Histórico

Século XVI

O grupo de Giganto esteve presente durante o embate final do Século XVI. O Espectro 1 foi abatido em combate pela Amazona de Lebre dessa época, enquanto o Espectro 2 foi vencido por Hakurei de Altar. A princípio, os golpes não surtiam efeito nos Espectros, que continuavam a levantar-se dos mortos incessantemente. Porém, com a vinda de Atena para o campo de batalha, foi criada uma barreira que anulou a imortalidade dos Espectros, devolvendo-os a morte.

Século XVIII

A tropa de Giganto acompanhou seu líder em uma emboscada para um Cavaleiro de Atena que vagava solitariamente por uma floresta. Para o azar do grupo, foi logo revelado que o viajante solitário se tratava de um Cavaleiro de Ouro, Dohko de Libra. Com seu Rozan Hyakuryu Ha, Dohko trucidou facilmente o grupo.

Porém, por terem sido mortos antes da criação do Rosário de 108 Contas, Alone pôde ressuscitar a pequena tropa sem nenhum problema. Esse evento ocorreu no mesmo dia em que Albafica de Peixes e Minos de Grifo caíram em combate, com diferença de poucas horas.

Sucedendo sua ressurreição, Giganto e sua tropa permaneceram sumidos do restante da Guerra Santa, mas é evidente que foram mortos novamente durante o curso do evento em um combate não mostrado. Essa segunda morte ocorreu após a criação do Rosário, o que permitiu a morte permanente desses Espectros até o desfecho da Guerra. Embora Giganto tenha retornado atuante durante o Século XX, comandando uma larga frota de Espectros para invadir o Santuário, nenhum dos três membros da frota TLC foi visto, implicando que talvez, eles estivessem completamente ausentes dessa nova Guerra Santa, ou que simplesmente foram mortos fora de cena.

Habilidades

GTroopCosmoBeamLCA

Raio de cosmo sendo disparado contra Dohko

Nenhum membro demonstrou alguma técnica especial. No anime de The Lost Canvas, os Espectros atacaram Dohko primariamente fazendo uso de disparos de pura energia cósmica maligna, o que foi mostrado em várias ocasiões como sendo uma habilidade comum aos guerreiros infernais.

Combates

Século XVI

Batalha final da Guerra Santa do Século XVI
IconGigantoSpecterLC1
Espectro 1
LepusXVIGS1LCA IconLepusSaintLC
Lebre
(Século XVI)
Espectro 1 .VS. Amazona de Lebre
Local Santuário Local
Início do combate The Lost Canvas - Episódio 25 (flashback) Início do combate
Fim do combate The Lost Canvas - Episódio 25 (flashback) Fim do combate
Resultado Vitória da Amazona de Lebre Resultado
Durante o embate final da Guerra Santa do Século XVI, o Espectro 1 foi confrontado e vencido pela Amazona de Lebre, mas ressuscitou graças aos poderes de Hades. Essa imortalidade foi posteriormente anulada pela barreira de Atena, levando o Espectro 1 à morte definitiva.

Informação pendente.

Sobrepeliz

As Sobrepelizes do trio de Espectros permanecem incógnitas quanto às suas representações.

  • Espectro 1: Sua Sobrepeliz se destaca do resto do grupo pela presença de um par de chifres no elmo, enquanto o restante das peças são marcadas pela presença de várias segmentações que deixam a Sobrepeliz com um aspecto "listrado". As ombreiras, enquanto duplas no mangá, se tornam peças únicas na adaptação para anime. No anime, a Sobrepeliz possui um tom esverdeado durante a primeira aparição do Espectro, mas em episódios posteriores em que ele aparece, a Sobrepeliz assume uma tonalidade cinzenta, que também pode ser vista na arte conceitual do personagem. A mudança da cor pode ser por efeito da iluminação distinta das cenas, ou mesmo uma escolha arbitrária por parte dos roteiristas.
  • Espectro 2: As ombreiras com pontas afiadas e o elmo encimado por uma crista que lembra aquela presente nos capacetes romanos são as características mais marcantes na Sobrepeliz desse Espectro. A proteção dos braços possui pontas afiadas, que também são comuns à proteção das pernas. Enquanto a região peitoral do Espectro é bem protegida, há uma ausência de proteção na região abdominal. No mangá, a Sobrepeliz vem acompanhada por um arma na forma de uma foice longa, mas esse detalhe foi esquecido no anime. Assim como no caso do Espectro 1, a Sobrepeliz do Espectro 2 é verde em sua primeira aparição e depois muda para a cor cinza em episódios posteriores.
  • Espectro 3: A Sobrepeliz do Espectro 3 pode ser considerada a mais simples do grupo. Ela é caracterizada por um aspecto arredondado e sem pontas, como pode ser observado nas ombreiras, e na proteção dos pernas e braços. O elmo do Espectro merece uma menção por ser a única peça da Sobrepeliz a possuir pontas, no caso, três chifres bastante rígidos, dois nas extremidades e um no centro. Pelo fato desse Espectro estar ausente no anime, não se sabe qual seria a tonalidade exata de sua Sobrepeliz.

Citações

Nenhuma.

Mitologia, alusões e curiosidades

Teorias

Assim como outros Espectros secundários que não tiveram nomes, Sobrepelizes ou Estrelas Malignas divulgadas, o grupo que acompanhava Giganto no Século XVIII também se tornou alvo da curiosidade dos fãs, que tentaram cogitar que criaturas as Sobrepelizes poderiam representar se baseando nas características mais evidentes delas. Isso resultou em alguns fanarts produzidos de forma a esquematizar essas teorias e torna-las mais fáceis de visualizar. Três fanarts específicos foram produzidos para o grupo em questão:

Sobrepeliz de Moloch

Fanart da "Sobrepeliz de Moloch"

  • O Espectro 1 teve sua Sobrepeliz esquematizada de forma a representar Moloch, um deus pagão mencionado na Bíblia e adorado pelos fenícios e canaaneus. Esse deus, cuja forma era de um homem com cabeça de boi, ou de um boi gigantesco, se tornou famoso (ou infame no caso) por seu culto incluir o sacrifício de crianças recém-nascidas para apaziguá-lo. A forma de sacrifício era o holocausto, ou seja, as oferendas eram cremadas em grandes fogueiras nos altares dedicados ao deus. Com o tempo, a crença em Moloch passou por mudanças e resultou no deus sendo convertido em um demônio, uma visão que é bastante difundida na cultura popular. Moloch é representado atualmente como um boi demoníaco associado ao fogo e um dos principais agentes de Satanás.
    • Observação: É importante notar que os kanjis no esquema estão escritos como マラキ, o que seria traduzido como Maraki, formalmente Malaki.
Sobrepeliz de Carrasco

Fanart da "Sobrepeliz de Executor"

  • O Espectro 2 não representa necessariamente uma criatura mitológica. Os kanjis no esquema são キラー (Kirā — Killer) o Assassino; embora os kanjis menores presentes acima dos anteriores (死刑執行人) denotem que a Sobrepeliz representa especificamente um Carrasco ou Executor. Em várias culturas, a figura do Carrasco, aquele que era encarregado de executar legalmente alguém condenado a pena de morte, era comumente vista com maus olhos. Carrascos normalmente deveriam viver afastados de outros cidadãos e eram ostracizados por eles, e em alguns casos, mesmo seus túmulos deveriam ser separados das outras pessoas, as vezes tendo um cemitério especificamente criado para enterrar aqueles que viviam dessa profissão.
Sobrepeliz de Leech

Fanart da "Sobrepeliz de Sanguessuga"

  • O Espectro 3, presente apenas no mangá de The Lost Canvas, é representado aqui trajando um Sobrepeliz que representa uma Sanguessuga, como se pode constatar pelos kanjis ヒル, que se traduzem como Hiru, possível abreviação de Hirudo, que é o nome científico do animal. Embora as sanguessugas sejam bem vistas culturalmente por seu uso difundido em várias tradições medicinais, elas são em sua essência seres que se alimentam do sangue de outros seres vivos, o que gera uma associação com criaturas perversas, em especial os Vampiros. A visão da Sanguessuga como uma criatura monstruosa e vampírica é criação da cultura moderna, sobretudo dos jogos de RPG e novelas fantásticas, não havendo nenhum adereço mitológico para essa representação nas culturas antigas.

Quando essas imagens foram divulgadas na internet pela primeira vez, muitos acreditaram se tratar de esquemas oficiais desenhados por Shiori Teshirogi para comporem o material extra da versão wideban do primeiro volume de The Lost Canvas. Com a publicação do volume e a ausência de ditos esquemas, foi comprovado que se tratavam apenas de fanarts, embora bastante fiéis ao traço de Shiori. Um detalhe que iniciou a desmistificação da oficialidade desses desenhos foi a falta de uma menção às Estrelas Malignas associadas a esses três Espectros, algo que consta em todos os esquemas que Shiori desenhou para as Sobrepelizes de Espectros conhecidos, como Kagaho de Benu e Cheshire de Cait Sith.

Dados oficiais

Galeria

Apenas o Espectro 1 da tropa recebeu arte conceitual no anime.

Bibliografia

Artigos relacionados

Links externos

Informações sobre as criaturas associadas aos fanarts:

Referências

Informação pendente.

Ad blocker interference detected!


Wikia is a free-to-use site that makes money from advertising. We have a modified experience for viewers using ad blockers

Wikia is not accessible if you’ve made further modifications. Remove the custom ad blocker rule(s) and the page will load as expected.